Action Sports 11 months ago

Tyler Wright claims Surf World Title - finally/afirma Surf World Title - finalmente.

  • Tyler Wright claims Surf World Title - finally/afirma Surf World Title - finalmente.
                   

Artigo em Português abaixo

The Women's Surfing World Title race was still very much open right up until Finals day at the Roxy Pro France, the year's penultimate event.

Tyler Wright officially claimed her first World Title upon defeating Tatiana Weston-Webb in the semis, and her biggest competitor, World No. 2 Courtney Conlogue was eliminated by Carissa Moore in their semi.

You might also like

Wright had many reasons for being extra determined to get the title this year.

“I lost an uncle of mine, and this was the last event he ever saw me compete in. There’re a lot of emotional moments for me. But from that moment, I promised him I’d win a World Title, and I did”.

Wright is the sister of WCT staple Owen Wright, who is still recovering from a head injury sustained last December, so this one was for him too. “I just love my mom and Owen so much.”

The day started with uncertainty as Commissioners Kieran Pierrow and Jessi Miley-Dyer debated whether or not to make the call on Finals Day at Culs Nus, where a rip bowl and oscillating tide made conditionals nowhere near optimal for the last nine days. The call was on hold multiple times, until they moved the site 300 yards north to Guardians. A prominent lefthand sandbar provided a lineup of long sections to work with, but less of a swell. An offshore wind created some resistance on the face but nevertheless, was good enough for the competitors to push ahead.

Wright had competed against Weston-Webb in the final of this event last year, but this time, Wright timed her manoeuvres in the pocket to tag the lip in a spell of vertical hacks. At times, she struggled on the soft sandbar lefts on the forehand. She needed 8.58 and only had seven minutes left. After a quick head-dip barrel, she came away with the win 16.40 to 14.16.

Anyone following the WCT could see Wright was different this year, and she echoed this sentiment.

“It’s been a different year for me… every other year, I didn’t really know what I was doing… but this year, I started with a plan, and I wanted to finish it”.

Conlogue had been head-to-head with Wright in the World Title race, but Moore displayed all the skill we’ve become accustomed to in their semi. It was a real battle, the sets marching in and hitting the sandbar straight on. Conlogue needed 8.01 to overtake Moore, but she was awarded a 7.77.

The title was Wright’s.

And now we wait for the men’s title to be decided, and it’s a race that will be full of surprises.

-------------------

Das Mulheres Surfing World Title corrida ainda estava muito aberta direito até dia Finals no Roxy Pro France, penúltimo evento do ano.

Tyler Wright reivindicado oficialmente seu primeiro título mundial ao derrotar Tatiana Weston-Webb na semifinal, e sua maior concorrente, World No. 2 Courtney Conlogue foi eliminado por Carissa Moore em sua semi.

Wright tinha muitas razões para ser extremamente determinado a conseguir o título este ano.

"Eu perdi um tio meu, e este foi o último evento que ele já me viu competir. Não é um monte de momentos de emoção para mim. Mas a partir daquele momento, eu prometi-lhe que ia ganhar um título mundial, e eu fiz ".

Wright é a irmã de WCT grampo Owen Wright, que ainda se recupera de uma lesão na cabeça sustentada em dezembro passado, assim que este era para ele também. "Eu simplesmente amo a minha mãe e Owen tanto."

O dia começou com incerteza quanto Comissários Kieran Pierrow e Jessi Miley-Dyer debatido se ou não para fazer a chamada no dia Finals em Culs Nus, onde uma bacia rip e maré oscilante feita condicionais nem perto ideal para os últimos nove dias. A chamada foi em espera várias vezes, até que se moveram o site 300 jardas ao norte de Guardiões. Um banco de areia esquerdo proeminente fornecida uma linha de longas seções para trabalhar, mas menos de um swell. Um eólica offshore criado alguma resistência na face, mas, no entanto, foi bom o suficiente para os concorrentes para avançar.

Wright tinha competido contra Weston-Webb no final deste evento no ano passado, mas desta vez, Wright cronometrado suas manobras no bolso para marcar o lábio em um período de cortes verticais. Às vezes, ela lutou no banco de areia macia esquerdas no forehand. Ela precisava de 8,58 e tinha apenas sete minutos do fim. Depois de um cilindro de cabeça-mergulho rápido, ela veio com a vitória 16,40-14,16.

Qualquer um seguindo o WCT podia ver Wright foi diferente este ano, e ela ecoou esse sentimento.

"Tem sido um ano diferente para mim ... a cada dois anos, eu realmente não sabia o que estava fazendo ... mas este ano, eu comecei com um plano, e eu queria terminá-lo".

Conlogue tinha sido cabeça-de-cabeça com Wright na corrida pelo título Mundial, mas Moore exibida toda a habilidade que já se acostumaram a nas meias. Foi uma verdadeira batalha, os conjuntos de marcha e bater o banco de areia em frente. Conlogue necessária 8,01 para ultrapassar Moore, mas ela foi premiada com um 7,77.

O título era Wright.

E agora vamos esperar para o título dos homens a ser decidido, e é uma corrida que será cheio de surpresas.

               

0 0
please wait...